domingo, 20 de junho de 2010

SETE PASSOS IMPORTANTES PARA UM REAL AVIVAMENTO DO ESPÍRITO SANTO

SETE PASSOS IMPORTANTES PARA UM REAL AVIVAMENTO DO ESPÍRITO SANTO

1. DESEJO.

O avivamento não vem até que o desejemos mais do que qualquer outra coisa no mundo (SI. 10.17; 42.1,2; Mt. 5. 6; Mc. 11. 24).

Temos de desejar, orar, crer e receber.

O desejo deve ser a força motriz de nossas orações para avivamento.

2. ORAÇÃO.

Orações impulsionadas pelo desejo são expressões fervorosas da (Hb. 11.1; Sl. 85. 6,7).

3. ARREPENDIMENTO.

Uma irônica verdade acerca do avivamento é que a procura por ele pode ser distorcida em qualquer dos passos exigidos para alcançá-lo.

Por exemplo, o desejo por avivamento pode ser mudado para um anelo por Deus em busca de manifestações fisicas ou emocionais para beneficio próprio.

A oração pode facilmente virar numa introspecção excessiva e produzir um recolhimento do proprio mundo ao qual fomos chamados para ganhar.

Depois de uma fase de honesta auto critica diante de Deus nossas orações para que sejam efetivas têm de resultar em arrependimento a Deus e confissão de faltas uns aos outros.

A isso deve-se seguir um compromisso mais serio com Jesus Cristo, em preparação ao culto produtivo, ao trabalho com milagres e à salvação de almas (Tg.5.16).

A palavra do Novo Testamento para arrependunento significa uma mudança de coração ou de mente.

Um arrependimento insincero não é arrependimento. nem obterá os resultados pretendidos.

4. SANTIDADE E RETIDÃO

Provemente de nossos desejos orações e arrependimento ocorrera uma mudança para um estilo de vida mais santo (Tg. 4.4; II Co. 6. 17).

Quanto mais nos aproximamos de Deus, mais deixaremos de apegar-nos ao mundo.

Há algumas coisas que os crentes espiritualmente sensibilizados não farão, lugares aonde não irão e coisas que não dirão por causa de sua intensa reverência a Deus e à sua Palavra.

5. EVANGELIZAÇÃO.

Uma igreja arrependida, cujos pecados tenham sido perdoados e cujos membros tenham sido santificados

(isto é, feito santo aos olhos de Deus), será uma igreja ganhadora de almas.

Nem a falta de amor, nem a hipocrisia estarão presentes para repelir ou mandar embora os novos convertidos.

Se os apóstatas efésios abandonaram o primeiro amor, então a restauração do amor deve estar no âmago do estado avivado.

Haverá um amor pelo Senhor, por sua igreja e pelos perdidos.

A salvação de almas é o supremo propósito do avivamento.

Qualquer pretenso avivamento que não busque com amor os perdidos e os traga para o reino de Deus é avivamento fracassado.

E bom ser avivado, mas cada culto de avivamento é uma preparação para os crentes levarem o Evangelho ao mundo

6. SINAIS E MARAVILHAS.

Nos últimos versículos do Evangelho de Marcos, Jesus falou aos seus seguidores:

“Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura” (Mc. 16. 15).

Aqueles que cressem seriam salvos, e aqueles que não cressem seriam condenados (Mc. 16. 16).

Então, nos versículos 17 e 18, acrescentou: “e estes sinais seguirão aos que crerem: em meu nome, expulsarão demônios; falarão novas linguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e imporão as mãos sobre os enfermo e os curarão”.

7. CELEBRAÇÃO.

O verdadeiro avivamento se desenvolve em uma verdadeira explosão de alegria!

Ao sentir a libertação dos seus pecados, testemunhar a salvação dos perdidos

E ver milagres de cura e libertação perante os próprios olhos,

Os crentes muitas vezes irrompem em brados de louvor, cantos de alegria e conversas entusiásticas sobre Jesus.

Chegam cedo à igreja e saem tarde (SL 98. 4).

Amém.

Um comentário:

  1. graças a Deus , que Deus seja louvado por esse grande ensinamento

    ResponderExcluir